Batalha Espiritual – Parte 2

Home / Ministrações de Célula / Batalha Espiritual – Parte 2

Estudo da Célula 17 a 23-07-17

Tema: BATALHA ESPIRITUAL – PARTE 2

Na semana passada, demos início a este estudo para que haja maior compreensão sobre este assunto de tanta relevância para o Corpo de Cristo. Nesta segunda parte, aprenderemos um pouco mais e seremos enriquecidos sobre as ferramentas que Deus nos dá para vitoriar.

Existem três organizações que o inimigo quer copiar. Vejamos:

  • Deus Pai – Criador de todo o Universo;
  • Jesus Cristo – o Filho que veio revelar no reino físico a natureza do Deus invisível;
  • O Espírito Santo – a Testemunha da Verdade. Lendo os capítulos 14 e 15 de João, vemos que o Espírito Santo está na Terra para nos fazer lembrar de toda a doutrina de Jesus e nos guiar, encaminhar e orientar a toda verdade. Ele convence o homem do pecado, da justiça e do juízo de Deus.

O reino espiritual é regido por organizações e hierarquias. Como o diabo não tem a capacidade de criar nada, ele imitou a organização dos céus.

Lúcifer

A função de Lúcifer é enganar, imitando as coisas espirituais do reino da luz. A palavra Lúcifer significa ‘Anjo de Luz’. Ele traz o engano com a aparência do bem. Por isso, algumas pessoas se dizem ‘espíritas da linha branca’; outras pessoas dizem: ‘não tem nada a ver uma coisa com a outra’. Esta é a operação do espírito de engano.

Lúcifer consegue enganar até os fiéis, porque está escrito que ele se manifestará como o anticristo. Quando isso acontecer, muitos cristãos fiéis negarão a fé e o seguirão. Ele virá no poder de convencimento do espírito de engano e quem gosta de viver debaixo deste espírito, atrás de constantes sinais e profecias, vai ser presa fácil.

Até os judeus poderão se seduzir por ele, pois uma forma eficaz de convencê-los é com sinais. Eles dizem que se o Messias vier e fizer sinais, então crerão. Quem fez mais milagres do que Jesus? Ninguém.

João diz: “E ainda muitas outras coisas há que Jesus fez; as quais, se fossem escritas uma por uma, creio que nem ainda no mundo inteiro caberiam os livros que se escrevessem” (João 21:25).E Jesus não só fez, como continua fazendo.

Satanás

Sabemos que Satanás destrói por estratégias e ele trabalha por territórios que não são comuns, atingindo áreas específicas.

Quando travamos a guerra espiritual, não travamos com o diabo. Essa camada de guerra espiritual nos ares é com Satanás, que não quer que se chegue até o trono de Lúcifer. Por isso é que ele fica entre a Terra e o céu, e ali prende, na batalha, as bênçãos do povo de Deus.

Diabo

O livro de João 10:10 diz que o diabo vem para roubar, matar e destruir. Ele usa seus demônios para prender as pessoas no plano físico com drogas, sexo, imoralidade e todas as demais obras da carne.

É claro que a manifestação desse nosso inimigo se dá de inúmeras maneiras e das mais diferentes formas para nos confundir. Os principados e potestades se estabelecem em seus postos e armam instrumentos de guerras para virem contra o povo de Deus e a humanidade com o objetivo de destruí-los.

É importante conhecermos sobre Batalha Espiritual para vencermos o inimigo de nossas almas e caminharmos de forma a utilizarmos o poder do Nome de Jesus.

Batalha Espiritual: as nossas estratégias

Precisamos ser estrategistas na guerra espiritual, pois nem sempre a vitória vem pela maioria. Há um reforço chamado intercessão, pelo qual pessoas se aliam a você debaixo do mesmo pensamento, sentimento e propósito e todos conseguem galgar juntos o território novo.

Deus lhe deu a unção de conquista para vencer o inimigo e já sabemos quem ele é. Ele tem nome, data de nascimento, data em que se tornou diabo (Ezequiel 28), e sabemos que veio com uma missão específica de roubar, matar e destruir.“O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir.” (João 10:10)

continua…