Família no Modelo Bíblico – Parte 2

Home / Ministrações de Célula / Família no Modelo Bíblico – Parte 2

Família no Modelo Bíblico – Parte 2

“E chegaram ao outro lado do mar, à província dos gadarenos. E, saindo ele do barco, lhe saiu logo ao seu encontro, dos sepulcros, um homem com espírito imundo; o qual tinha a sua morada nos sepulcros, e nem ainda com cadeias o podia alguém prender; porque, tendo sido muitas vezes preso com grilhões e cadeias, as cadeias foram por ele feitas em pedaços, e os grilhões em migalhas, e ninguém o podia amansar. E andava sempre, de dia e de noite, clamando pelos montes, e pelos sepulcros, e ferindo-se com pedras. E, quando viu Jesus ao longe, correu e adorou-o. E, clamando com grande voz, disse: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? conjuro-te por Deus que não me atormentes. (Porque lhe dizia: Sai deste homem, espírito imundo.) E perguntou-lhe: Qual é o teu nome? E lhe respondeu, dizendo: Legião é o meu nome, porque somos muitos. E rogava-lhe muito que os não enviasse para fora daquela província. E andava ali pastando no monte uma grande manada de porcos. E todos aqueles demônios lhe rogaram, dizendo: Manda-nos para aqueles porcos, para que entremos neles. E Jesus logo lho permitiu. E, saindo aqueles espíritos imundos, entraram nos porcos; e a manada se precipitou por um despenhadeiro no mar (eram quase dois mil), e afogaram-se no mar. E os que apascentavam os porcos fugiram, e o anunciaram na cidade e nos campos; e saíram muitos a ver o que era aquilo que tinha acontecido. E foram ter com Jesus, e viram o endemoninhado, o que tivera a legião, assentado, vestido e em perfeito juízo, e temeram. E os que aquilo tinham visto contaram-lhes o que acontecera ao endemoninhado, e acerca dos porcos. E começaram a rogar-lhe que saísse dos seus termos. E, entrando ele no barco, rogava-lhe o que fora endemoninhado que o deixasse estar com ele. Jesus, porém, não lho permitiu, mas disse-lhe: Vai para tua casa, para os teus, e anuncia-lhes quão grandes coisas o Senhor te fez, e como teve misericórdia de ti. E ele foi, e começou a anunciar em Decápolis quão grandes coisas Jesus lhe fizera; e todos se maravilharam.” (Marcos 5:1-20)

Já sabemos que não existe libertação verdadeira se o testemunho não for vivo dentro da nossa casa. Jesus poderia ter saído com o homem que fora endemoninhado para que ele contasse tudo o que lhe acontecera. Mas não foi o que Ele fez.

Na parte final deste estudo, vamos detectar qual a Gadara que ainda pode nos prender e quais os níveis de sepultura que ainda podemos estar visitando. Abra o seu coração e se permita ser transformado pelo amor de Deus.

Qual a sua Gadara

Hoje, quando você olha para a sua vida, qual é a sua Gadara? A Gadara pode ser a sua forma distorcida de falar em corrupção e de negociatas, pode ser a pessoa que você segue e que não edifica em nada a sua vida, pode ser a rede social de relacionamentos que o seu cônjuge nem imagina que você mantém contato.

Gadara não é somente espaço físico, mas um lugar de lixo de distorções de caráter. Em Gadara a sua família não vive o Modelo Bíblico. Não tem como ser um sepulcro caiado, que por fora aparenta estar bem e por dentro é como um necrotério, e pensar que vai viver bem.

Fingir ser um homem de Deus e um adorador não transforma a sua vida e a sua família.

Qual ou quais são as sepulturas que você visita

O endemoninhado era extremamente possesso, vivia nas sepulturas e ocupava um território, porque o diabo sabe qual o território que ele já tomou posse. E para sair de lá, Jesus tem que entrar e romper esse portal.

No dia em que Jesus rompe o portal do lixo da nossa alma não tem quem não se renda a Ele. Até o demônio adorou Jesus, porque sentia saudades do Céu. E você, que diz que já nasceu de novo, por que não se dobra para adorar a Deus?

Não deixe que a vaidade entre no seu coração e você perca a sua comunhão com Deus, deixando de adorá-lO e permitindo que demônios ocupem o lugar que é do Senhor.

Vigie! Esteja atento às ciladas do inimigo, porque ele não brinca em serviço. Não existiu família mais protegida, mais ungida e mais abençoada do que a Família do Éden, e o diabo entrou nela.

Você precisa saber em que nível está. Vigie! O diabo não está brincando com a sua casa. Se ele não entrou nela, quer entrar. Cabe a você não permitir que a sua casa se torne morada de demônios.

As pessoas se fazem sepulcros caiados e se acostumam a viver com a síndrome de Gadara. E Deus quer libertar os Seus filhos, como fez com o endemoninhado de Gadara. Mesmo possuindo uma legião, Jesus o libertou. Ele possuía o inferno dentro dele, mas, ainda assim, foi liberto. E assim como os demônios que estavam nele foram afogados, Jesus quer afogar todos os pontos de contato na sua vida e na sua família para que a libertação seja completa.

Deus fará uma libertação tremenda na vida de todos os que quiserem e receberem.

Quais são as ações de Gadara no seu caráter, na sua vida, no seu casamento, na sua família, nos seus filhos, que você está ignorando? Cuidado! Quais são as desculpas da sua alma? Como a Palavra tem entrado no seu entendimento?

O que fora endemoninhado quis ir com Jesus, mas Jesus mandou que ele fosse para os da sua casa, enviou o homem de volta para a sua família, porque seus parentes precisavam ver a mudança que acontecera na vida dele. Jesus sabia que aquele homem era fruto de uma casa que produzira nele a pessoa na qual havia se tornado, um endemoninhado.

Após restaurado, ele pode entrar na sua casa, não mais como endemoninhado, mas como um homem liberto, curado, restaurado e plenamente são no Senhor. O mesmo milagre, Jesus quer fazer na sua vida. Toda síndrome de Gadara no seu caráter sairá hoje para que, ao retornar para a sua casa, a glória do Senhor repouse sobre o seu lar e a sua família.

Você deve fazer resistência às visitações geracionais que cercam a sua fronteira e querem entrar na sua casa. Conhecendo ou não conhecendo, seja qual for o nível de principado que queira alimentar a sua casa com lixo de morte, ordene para que saia agora, no poder do nome de Jesus.

Tome autoridade, no nome de Jesus, para expulsar desculpas, mentiras e demônios da sua casa para que todos da sua família entrem em um novo nível de vida e de intimidade com Deus.

Após a libertação, o primeiro resultado é a celebração. Oprimidos não celebram, mas os libertos se expressam na direção de Deus com gratidão no coração.

A nossa Família viverá no Modelo Bíblico!